Biomade é destaque em Inovação no site da Fapesp

Fomos destaque em matéria vinculada explicando como três startups apoiadas pelo Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) da FAPESP resolveram somar esforços para, juntas, oferecer aos produtores de cachaça soluções que atestem a origem e qualidade do produto, garantindo-lhes acesso a certificações, como Indicação Geográfica ou de Origem, e agregando valor à sua marca.

Quimica Análitica
À expertise da Smart Yeast com o uso de leveduras e ao know-how da EFS com marcadores isotópicos, juntou-se outra empresa apoiada pelo PIPE: a Biomade Soluções Biotecnológicas, especializada em química analítica e microbiologia. A empresa tem sede em São José do Rio Preto, 430 quilômetros distante da EFS e a 370 quilômetros da Smart Yeast.

A Biomade desenvolve um aparelho para controlar o teor de carbamato de etila em aguardente de cana. “O carbamato é um contaminante carcinogênico, presente em alimentos e bebidas que têm a etapa de fermentação em seu processo de produção”, diz Thiago Kobe Ohe, diretor da empresa.

O equipamento carrega material com propriedades catalíticas, baseado em íons metálicos, e é instalado no interior da coluna de destilação. A expectativa é que esse sistema substitua o processo de redestilação, comumente utilizado pelos produtores, que encarece o produto. “O objetivo é garantir que o destilado atenda aos padrões de identidade e qualidade para a aguardente de cana e para a cachaça monitorados pela legislação vigente”, explica Ohe.

Para saber mais, visite a matéria: Startups desenvolvem solução para atestar origem de cachaça no site https://pesquisaparainovacao.fapesp.br/startups_desenvolvem_solucao_para_atestar_origem_de_cachaca/997

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *